Operação “Estrada Segura” da GNR decorre até amanhã

A Guarda Nacional Republicana (GNR) está a realizar até ao final do dia de amanhã, segunda-feira, a operação “Estrada Segura”.

Neste âmbito, irá intensificar a fiscalização rodoviária com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária grave e incutir comportamentos mais seguros nos condutores portugueses. “A operação de fiscalização incide sobretudo em estradas municipais, nacionais e arruamentos, que são os locais onde se regista maior sinistralidade”, como explica o Capitão João Amorim, da divisão de transito e e segurança rodoviária do comando geral da GNR.

A operação “Estrada Segura” tem como base a análise dos dados provisórios da sinistralidade rodoviária grave, registada durante o ano 2018. A análise indica que 69% dos acidentes, em que resultaram vítimas mortais e feridos graves, ocorreram em estradas nacionais, com um total de 170 mortos, e nos arruamentos, com 103 mortos.

Dos mais de 80 mil acidentes registados em 2018, destaca-se que 72% foram resultantes de colisões, que revelam o incumprimento das regras de trânsito relacionadas com manobras, havendo ainda um aumento dos atropelamentos.

A Operação “Estrada segura” decorre até amanhã, segunda-feira, em todo o território Nacional.