O diagnóstico precoce das doenças no “Cuidar na Demência”

As doenças relacionadas com a demência têm tratamentos que podem atenuar os sintomas, mas os diagnósticos de tais doenças têm de ser o mais precoce possíveis. Rosália Guerra, do Gabinete Alzheimer Maior da Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior, refere que “os testes são complicados, mas o importante é serem realizados por um especialista”.

O médico de família pode ser o primeiro sinalizador de algum sintoma, encaminhando o doente para um especialista. Quanto mais cedo tiver o diagnóstico, mais depressa a pessoa com demência e os seus familiares podem tomar medidas para viver com esta nova realidade.

O diagnóstico precoce das doenças com demência é o tema desta semana do programa “Cuidar na Demência”, na Rádio ELVAS.