“Roteiro 2019. Desafiar o Futuro” quer mobilizar Alentejo para o progresso

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR Alentejo) realizou hoje a primeira conferência do projeto “Roteiro 2019. Desafiar o Futuro”. O objetivo do projeto é promover uma mobilização das entidades regionais de forma a ter uma região competitiva, coesa e sustentável até 2030.

A conferência, que se realizou no auditório da CCDR Alentejo, contou com a presença do secretário de estado do desenvolvimento e coesão, Nelson de Souza, que disse considerar que este tipo de projetos vai facilitar o acesso a fundos europeus por parte da região.

O conjunto de palestras pretende ser um espaço de reflexão sobre as intenções da região em relação às novas políticas de coesão europeias. O presidente da CCDR Alentejo, Roberto Grilo, diz que com este projeto a CCDR Alentejo deve adquirir de modo gradual uma atitude de construção permanente e suscetível de monitorização regular.

Os temas discutidos durante a conferência de hoje foram “Os desafios da convergência”, “Os dados e o território”, “A sustentabilidade e o território” e “A governação do território”. Entre os oradores estiveram o euro-deputado Carlos Zorrinho, o professor e ex-secretário de estado do ordenamento e território e da conservação da natureza, Miguel Castro Neto, a diretora do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas, Teresa Pinto Correia e o presidente do Instituto Padre António Vieira, Rui Marques.

O evento foi aberto ao público e pretende envolver os atores da região do Alentejo tais como Comunidades Intermunicipais, Municípios, Ensino Superior, Centros de Investigação entre outros.