Bruno Mocinha eleito para a Comissão Nacional da JS

A Federação de Portalegre da Juventude Socialista (JS) esteve presente, nos passados dias 14, 15 e 16, no XXI Congresso Nacional da Juventude Socialista, que decorreu no Complexo Municipal dos Desportos Cidade de Almada.

Os trabalhos centraram-se na apresentação, discussão e votação do relatório de atividades do mandato que cessa e na apresentação, discussão e votação da Moção Global de Estratégia «Razões de Esquerda», única candidatura apresentada a sufrágio. Com uma votação expressiva, Maria Begonha, que encabeçava a lista candidata, foi eleita secretária-geral da JS.

O Congresso elegeu a Comissão Nacional da Juventude Socialista, sendo eleitos como efetivos Bruno Mocinha, vice-presidente da Federação e presidente da Concelhia de Elvas, João Pedro Meira, vice-presidente da Federação e presidente da Concelhia de Portalegre, e a Rita Valério, presidente da Mesa da Federação e presidente da Concelhia de Gavião. Como suplentes do órgão foram eleitos João Silva, de Ponte de Sor, Ricardo Silva, de Portalegre, e Iolanda Cravinas, de Elvas.

O vice-presidente da Federação e presidente da Concelhia de Castelo de Vide, João Diogo Carlos, passa a ser o representante do direito de voto da Federação na Comissão Nacional, e assim junta-se aos restantes seis eleitos neste órgão.

Para a Comissão Nacional de Jurisdição, foi eleito para efetivo o Filipe Luz, de Castelo de Vide.

A eleição do Secretariado Nacional e dos Representantes da JS no PS fica para a primeira comissão nacional do mandato, a ser agendada para janeiro de 2019. Nesta primeira reunião do mandato, vão também ser apreciadas e votadas as moções sectoriais apresentadas ao congresso, tendo o distrito de Portalegre apresentado quatro, por Diogo Aragonez, Filipe Luz, Marta Caixas Inácio e Mariana Messias, sobre temas como a Desertificação, Ação Social no Ensino Superior, Natalidade e Relações Transfronteiriças.