Portalegre é o distrito do alentejo com menos empresas

Em setembro de 2018 o Alentejo viu crescer 129 empresas, encerrar 40 e 5 entraram em insolvência. No distrito de Évora nasceram 51 empresas no mês de setembro, encerraram 22 e 2 entraram em insolvência, e no distrito de Beja nasceram 53 novas empresas.

Já no distrito de Portalegre no passado mês de setembro surgiram 25 novas empresas, encerraram 10 e 2 entrarem em insolvência, surgindo por isso como o distrito da região com menos empresas.

Jorge Pais, presidente da NERPOR refere que é “necessário criar empresas em número superior de forma a equiparar aos outros distritos” e que “são necessários projetos âncora que fomentem a fixação de empresas”.

A criação da Secretaria de Estado para o desenvolvimento do Interior, sediada em Castelo Branco  é apontada como uma política efetiva de desenvolvimento do interior, principalmente no que diz respeito à fixação de pessoas e empresas.