Alunos do Ciclo de Santa Luzia reclamam melhores condições (c/vídeo e fotos)

Os alunos da Escola Básica 2,3 nº 1 de Elvas (“Ciclo de Santa Luzia”) manifestaram-se hoje, sexta-feira, dia 2, junto ao portão principal, por melhores condições para o estabelecimento de ensino.

“Não há condições, fechem os portões” ou “Para uma vida melhor, uma escola melhor”, foram alguns dos gritos de ordem proferidos pelos jovens que, desta forma, mostraram os eu descontentamento pela “chuva que invade as salas de aula”, segundo Luís Chaves, aluno na escola de Santa Luzia.

Apesar da apresentação do novo projeto, na semana passada, os jovens mostram-se “cansados de promessas”.

Para Brígida Gonçalves, diretora do Agrupamento de Escolas nº 2 de Elvas, esta greve “não faz sentido. Até aqui ninguém conhecia a parte burocrática que estava a ser desenvolvida para a construção da nova escola. Agora, que já conhecem o projeto, não faz sentido”.

O concurso público para a construção da nova Escola Básica nº 2 de Elvas (“Ciclo de Santa Luzia”) foi aprovado ontem, na reunião pública extraordinária da Câmara Municipal de Elvas (ver aqui).

Se tudo correr como previsto, o futuro estabelecimento de ensino estará em funcionamento no “ano letivo de 2021/2022”.