Elvas com milhões de euros investidos no concelho (c/fotos)

O concelho de Elvas tem a decorrer um conjunto de obras, não só na cidade mas também nas freguesias.

A Câmara Municipal de Elvas realizou hoje uma visita a praticamente todas as obras que estão a decorrer como é visível no site da Rádio ELVAS que acompanhou ao pormenor esta iniciativa.

A requalificação do Convento de São Paulo para hotel de cinco estrelas, a obra da Faceira da Cisterna que vai permitir que autocarros de passageiros cheguem ao Castelo de Elvas, o Museu de Arqueologia e Etnografia de Elvas e a construção da nova escola básica de Santa Luzia são apenas alguns dos investimentos que a autarquia está a fazer, com o apoio de fundos comunitários.

Aposta na educação

No final da visita, os presentes tiveram a oportunidade de visionar um vídeo onde foram explicados, ao pormenor, os projetos desenvolvidos. Só a Escola Básica de Santa Luzia representa um investimento de quase 8 milhões de euros (7.743.872 euros).

Mas não só de obras e construções se fazem os investimentos. Foi feita uma visita ao Agrupamento de Escolas de Vila Boim uma vez que se trata de um estabelecimento de ensino integrante do projeto de promoção do sucesso escolar, desenvolvido pela câmara.

Desporto

Grande parte destas obras vai estar concluída em 2019, sendo que algumas, como é o caso do Campo de Padel, vão ser inauguradas ainda neste ano de 2018.

Saneamento

No que diz respeito às freguesias, Barbacena e São Vicente já contam com Estação Residual de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e em Varche e na Calçadinha (freguesia de São Brás e São Lourenço) estão em obras os emissários e estações elevatórias.

Boa-Fé com novo lar

A terceira idade também não foi esquecida e a Boa-Fé vai contar com um novo lar de idosos, com capacidade para 19 quartos e com um investimento a rondar um milhão e meio de euros. Este projeto deverá estar concluído até ao final do mandato do atual executivo.

Além dos projetos já referidos vão ainda realizar-se: a requalificação do picadeiro no Museu Militar e envolvente ao picadeiro; a requalificação da cobertura, mobiliário e equipamento áudio visual do Cine Teatro municipal; no INIAV vai ser feito um investimento de 2.500.00€ para fazer um conjunto de laboratórios para melhorar a investigação; a parada do Castelo vai ser toda iluminada e requalificada num investimento de 467.647€; o edifício da banda 14 de Janeiro vai ser recuperado (frontaria, canalizações, luz, escadas e corrimãos) numa obra com um custo estimado de 399 mil euros e vão ainda ser feitas intervenções na Sinagoga de Elvas, Baluarte de São Vicente, pontes e fossos nas muralhas, Meio baluarte do príncipe e Avenida de São Domingos.

Os projetos foram todos apresentados numa sessão que decorreu ao início da tarde desta sexta-feira, dia 26, depois de uma manhã que serviu para visitar alguns destes investimentos.