Laboratório de inovação agrícola de Elvas bem classificado

O projeto do laboratório colaborativo de inovação agrícola, que vai surgir nas instalações do Pólo de Elvas do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), obteve classificação máxima na avaliação do comité internacional de cientistas da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

As instalações da antiga Estação Nacional de Melhoramento de Plantas (ao lado, na fotografia) vão acolher o investimento.

Isabel Rocha, uma das responsáveis deste projeto, explica que “o laboratório visa desenvolver biopesticidas, que possam substituir muitos dos pesticidas que estão a ser retirados do mercado”.

“Este laboratório representa um investimento de 2,5 milhões de euros e deverá contar com 50 cientistas”, de acordo com o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha.

O laboratório resulta de uma parceria entre o Município de Elvas, a Universidade Nova de Lisboa, o INIAV e instituições públicas e privadas, nacionais e estrangeiras.