VMER de hospital de Évora tem novo equipamento

inem_compressoresA equipa da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) do Hospital do Espírito Santo, em Évora, esteve na cerimónia de entrega de compressores cardíacos externos, que decorreu no passado dia 16.

A cerimónia de entrega de compressores cardíacos externos foi presidida pela secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos, e decorreu no Museu da Eletricidade, em Lisboa (fotografia ao lado).

De acordo com informação publicada no Portal do Serviço Nacional de Saúde, o investimento realizado pelo INEM foi de 374 mil euros, financiado em 75% pela Fundação EDP, na sequência de um projeto apresentado pelo instituto ao «Programa EDP Solidária – Saúde 2017», sendo selecionado como um dos vencedores, pela sua relevância médica e social.

Tendo sido um projeto financiado pelo “Programa EDP Solidária – Saúde 2017”, coube ao presidente da Fundação EDP a abertura da sessão, tendo sido referida a importância desta iniciativa desencadeada pelo INEM. Miguel Coutinho desafiou ainda as instituições presentes na cerimónia a candidatarem-se ao “Programa EDP Solidária – Saúde 2018”. Já o presidente do Conselho Diretivo do INEM, Luís Meira, agradeceu o financiamento e o apoio da Fundação EDP para a aquisição dos compressores cardíacos externos e enalteceu o trabalho realizado todos os dias pelas equipas de emergência médica pré-hospitalar.

Os compressores cardíacos externos permitem aplicar de forma automática, contínua e segura, compressões torácicas a doentes em paragem cardiorrespiratória, no local da ocorrência e durante o transporte até às unidades hospitalares. A sua utilização possibilita a realização de compressões torácicas mais eficazes, evitando a fadiga, inconsistências e pausas, normalmente associadas às compressões torácicas quando realizadas manualmente, ao mesmo tempo que liberta os profissionais de saúde para a realização de intervenções diferenciadas necessárias nestes doentes.