“Faceira da Cisterna com dois sentidos beneficia turismo” dizem elvenses

Na passada sexta feira, dia 25, foram concluídas as obras na Faceira da Cisterna, em Elvas. Uma intervenção que consistiu na demolição dos prédios existentes na zona e ainda com o escoramento dos edifícios próximos aos que foram demolidos.

Passados poucos dias, a intervenção permite agora a passagem de todos os veículos pesados à zona mais alta do centro histórico de Elvas, podendo estes passar a transitar nos dois sentidos.

A Rádio ELVAS saiu à rua para conhecer a opinião dos habitantes da cidade, que no geral se mostram “satisfeitos com a intervenção e prevêem o aumento de turistas na cidade e, por consequência, uma maior afluência aos estabelecimentos comerciais”.

Para além do período de tempo em que estiveram impossibilitados de utilizar a via em questão, os habitantes realçam apenas “a poeira e sujidade deixada pela obra” como pontos negativos desta intervenção.

As obras permitem, agora, o trânsito entre a Avenida 14 de Janeiro, próximo das Portas da Esquina, e o fundo da Rua de São Francisco. Pesados de carga, passageiros e emergência já têm acesso a esta parte da cidade.