Derrota e chuva estragam festa do Núcleo do Sporting de Elvas (c/fotos)

A festa estava preparada no Largo do Colégio, local da sede do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Elvas.

Churrasco, cerveja, musica e televisões mostravam em directo os preliminares da final da Taça de Portugal entre o Sporting e Desportivo das Aves, que decorria no Estádio Nacional.

A ideia do Núcleo era além de fazer a “Festa da Taça”, dinamizar o centro histórico da cidade.

Mas além do Sporting ter perdido o jogo por 2-1, também a chuva impediu que o ambiente fosse mais alegre.

Com apenas 15 minutos de jogo, uma forte tempestade com granizo à mistura obrigou a muitas pessoas a ver o jogo dentro da sede.

Carlos Cambóias, vice-presidente da colectividade, diz que 500 pessoas passaram pelo largo, mas a chuva estragou a festa.

“Tivemos o azar de chover bastante, tivemos de recolher às nossas instalações, mas o sportinguista é mesmo assim. A ideia desta festa era conviver, dinamizar o núcleo e o centro da cidade”, referiu.

No entanto, Carlos Cambóias mostrava-se satisfeito pelo número de participantes e pela reabertura do museu da colectividade.

“Reabrimos de manhã o Museu do Núcleo do Sporting CP e as pessoas começaram logo a chegar às nossas instalações. Viam movimento e iam ficando”, disse.

Contudo e apesar da chuva, quem viu o jogo na sede, manteve o apoio à equipa. Após o apito final, toda a sala do bar do núcleo bateu palmas ao Sporting.

Oiça as declarações nos noticiários

Share on FacebookTweet about this on Twitter