Proteção Civil e GNR aconselham população a proteger-se do frio

SuportarFrio.jpgAs baixas temperaturas que se fazem sentir nestes dias levaram a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) a aconselhar a população de ter formas de lutar contra o frio.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), nos próximos dias, vai-se registar uma descida da temperatura mínima, com valores situar-se entre -­4 e 2 º C nas regiões do interior norte e centro e entre 0 e 4 º C nas regiões do sul e do litoral norte e centro.

Tendo em conta estes registos a Proteção Civil alerta que, caso os cuidados não sejam os devidos, é possível que aconteça intoxicações por inalação de gases devido a inadequada ventilação de habitações com recurso a lareiras e braseiras. Incêndios em habitações, resultado da má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias elétricas. E a Formação de gele em troço de estradas com ensombramento permanente.

Desta forma a ANPC aconselha a evitar exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura; usar várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente; proteger as extremidades do corpo com gorro, cachecol, luvas e meias quentes. Ingerir sopas e bebidas quentes e evitar o consumo de álcool. Tomar especial atenção aos aquecimentos com combustão (braseiras e lareiras), o que podem causar intoxicação e conduzir à morte devido à acumulação de monóxido de carbono. Atender aos familiares e vizinhos que possam necessitar de auxílio e apoio, nomeadamente pessoas mais idosas e em condições de maior isolamento. Dedicar especial atenção aos grupos da população mais vulneráveis, como as crianças, idosos e as pessoas portadoras de patologias crónicas, bem como os sem-abrigo.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) também reforça, em todo o território nacional, as ações de vigilância aos mais de 45 mil idosos que vivem sozinhos e isolados.

Cerca de 400 militares vão estar afetos diariamente à população mais vulnerável, e direcionar o patrulhamento para as residências, transmitindo alguns dos conselhos para melhor se protegerem do frio.

A GNR aconselha evitar dormir ou descansar próximo dos equipamentos de aquecimento. Proteja devidamente a lareira para que não se torne um foco de incêndio. Em caso de utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos a gás mantenha a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases prejudiciais à saúde.

Afaste os aquecedores de móveis. Não seque roupa nos aquecedores. Não abandone velas acesas ou mal apagadas. Não ligue demasiados aparelhos na mesma tomada, principalmente os de elevado consumo. Use várias camadas de roupa, em vez de uma única muito grossa, e não use roupas demasiado justas. Na alimentação, dê preferência a sopas e a bebidas quentes e evite bebidas alcoólicas.