“O Elvas” empata 1-1 com o Portalegrense na Taça de Honra

OElvasGavião22Jan2017“O Elvas” empatou a um golo com o Portalegrense, na quarta jornada da Série B da Taça de Honra da Associação de Futebol de Portalegre. O jogo da tarde de domingo foi disputado no Estádio Municipal de Portalegre e o golo dos azul-e-oiro foi marcado pelo defesa Filipe Branco.

Crónica e vídeo de Carlos Falcato: No relvado do municipal de Portalegre, em mau estado! jogou-se a 4ª. jornada para a Série B , frente e frente Clube Portalegrense 1925 e “O Elvas” Clube Alentejano de Desportos.

Jogo aguardado com bastante expectativa, por isso a boa moldura humana que se deslocou ao estádio, cerca de 350 espectadores,  uma vez que o azuis e ouro ainda não tinham perdido, o mesmo acontecia ao Portalegrense. Não foi um jogo bonito de parte a parte, a bola andou muitas vezes pelo ar porque o relvado não permitia melhor, mesmo assim foram os visitantes que tentaram jogar rente à relva. Os locais com mais posse de bola pressionaram muito o sector defensivo dos visitantes, que sentiram dificuldades em se adaptar ao piso. Desde o apito inicial o Portalegrense instalou-se no meio campo contrario à procura do golo, “O Elvas” lá foi conseguindo adiar que a baliza de Guilherme Branco fosse violada. Muitas oportunidades desperdiçadas, por falha dos avançados que não souberam aproveitar as benesses dos setor recuado dos azuis e ouro. O golo surgiu no minuto 40 quando Kornelijus deixou a bola bater no relvado e perdeu o controle da mesma, aproveitou Francisco Libânio para inaugurar o marcador. Nessa altura era mais que justa a vantagem para os visitados.

O segundo tempo foi tirado a papel químico, os locais a tentarem e a esbanjar  várias oportunidades de ampliar o marcador, enquanto” O Elvas” via jogar, foram necessárias  alterações no xadrez  para se ver mais os visitantes com jogadas perto da baliza de Luís Romão. E foi Rui Matos que tinha entrado no jogo que deu o golo do empate, (78′) ganhou uma falta junto à bandeirola de canto do lado direito e Daniel Perdigão chamado à cobrança bateu em arco e Filipe Branco de cabeça fez o empate, com culpas para Gonçalo Pires que não acompanhou no salto. Para os locais este resultado não servia, continuaram a “empurrar” os azuis e ouro para o seu sector recuado, aos  83′ a bola foi ao poste com Guilherme Branco batido foi a última oportunidade do jogo.

Em resumo pontos divididos, o Portalegrense foi muito perdulário e por isso o “castigo”  com a perda de dois pontos que lhe daria para chegar à final da Taça de Honra como vencedor da série B, assim terá que vencer no próximo sábado em Fronteira. Para o Elvas é esperar que o Portalegrense não vença para chegar ao Crato como finalista.

Alguns apontamentos do jogo, foi interessante ver o “duelo” Daniel Perdigão e Cristiano Araújo ; a força e pulmão de Pedro Pombo; a fraca prestação de Tiago Vidigal e de Kornelijus ; a inspiração de Guilherme Branco; o sacrifício de João Carlos e Ruben Ramos ; a falta de “atenção” de José Batista e Oleg; Gonçalo Pires joga fácil e por vezes mal; Miguel David lutou e lesionou-se; o jovem Francisco Libânio muita garra; o guarda redes Luís Romão podia ter prejudicado a sua equipa; Nuno Coelho muitos anos de bola.

Por último o árbitro Sérgio Pita deixou jogar, complicou algumas vezes, mas no computo  geral fez um trabalho positivo sem influência no resultado.

Série B, resultados: Portalegrense, 1 – “O Elvas”, 1 e Mosteirense, 3 – Fronteirense, 1. A Juventude da Terrugem folgou. Classificação: 1º “O Elvas” 10 pontos, 2º Portalegrense 7 pontos, 3ºs Mosteirense e fronteirense 3 pontos e 5º Terrugem zero pontos.

Série A, resultados: Crato, 0 – Montargilense, 1 e Monfortense, 2 – Gafetense, 1. O Gavionenses folgou. Classificação: 1ºs Montargilense e Crato 6 pontos, 3ºs Gavionense e Monfortense 4 pontos e 5º Gafetense 3 pontos.

Share on FacebookTweet about this on Twitter